Corrida e Emagrecimento

Corrida e Emagrecimento!!! Essa é uma das atividades físicas que mais vem aumentando no mundo.
Será porque?

Olá pessoal, esse é um assunto gostoso de falar. Apesar de eu não ser uma educadora física, gosto muito de falar das experiências que eu já vivi. E a corrida me apoiou muito não só no emagrecimento, mas na manutenção de peso e na sensação de bem estar. Essa sensação de felicidade após a corrida, só sabe quem já correu alguma vez por um tempo mínimo de 20 minutos.

Porque será que existe essa sensação de bem estar?

Você já escutou que praticar um esporte como a corrida pode ajudar na melhora física e mental né ? Já escutou também que a atividade física dá aquela sensação de bem-estar logo após a sua prática? Existe uma explicação para isso. O responsável poe essa sensação é o Hormônio Endorfina.

O termo endorfina se origina das palavras endo (interno) e morfina (analgésico), e trata-se de um neuro-hormônio endógeno (produzido pelo próprio corpo), da glândula hipófise. A endorfina traz vários benefícios para o nosso corpo, como aumento de disposição, melhora no sistema imunológico e alívio de dores.

“A endorfina é o que chamamos de neurotrasmissor, ou seja, é uma substância produzida pelo cérebro através do estímulo de exercícios físicos aeróbios, que modula dor e estresse. Regula a utilização de carboidratos como forma de energia, estimulando a queima de gordura corporal como forma de energia”, explica Páblius Staduto Braga da Silva, médico do esporte do Hospital 9 de Julho, que completa.

“Sua liberação através do esporte propicia o aumento da disposição física e mental, dá a sensação de bem-estar, alivia as dores, melhora a resistência física e a tolerância ao esforço fisico, melhora o humor etc”.

A corrida e a endorfina
Por mais cansativo e doloroso que tenha sido o treinamento, ou até mesmo a prova, é comum que os corredores, logo após terminarem o exercício, sintam uma sensação de satisfação, de alegria. Isso também se explica cientificamente.

Um estudo recente da Universidade de Bohn, na Alemanha, analisou o cérebro de 10 corredores antes e depois de uma corrida de duas horas de duração. Imagens captadas da região mostraram áreas ligadas à emoção que foram ativadas por causa da liberação da endorfina. Os participantes da pesquisa relataram ainda que, após o término da atividade, sentiram um aumento de euforia e de bem-estar.

“A corrida ajuda sim na liberação de endorfina, principalmente por ser uma atividade aeróbia, ou seja, de média intensidade e de longa duração. Após 30 minutos de atividade o corpo começa a liberar este hormônio, que está ligado à sensação de prazer por causa da ação cerebral.”, comenta Staduto. (artigo tirando do site – http://o2porminuto.ativo.com/corrida-de-rua/materia/o-prazer-da-endorfina-3558).

É por isso que viciamos na atividade física e consequentemente emagrecemos, pois fazemos da atividade física, nosso dia a dia com prazer!!!!

No meu caso, eu nunca fui de correr em grandes velocidades e todos os dias, mas gosto muito de trotar, isto é, correr mais devagar e faço isso umas 3 vezes por semana. Isso já é o suficiente para uma sensação de bem estar e alegria no meu dia. Além do meu sono ficar melhor ainda.

Para quem ainda não sabe, convivo com uma artrite reumatóide a alguns anos, e fiquei sem atividade física e a corrida que tanto gosto por 3 anos. E tem mais ou menos uns 6 meses em que voltei. A sensação em poder voltar é maravilhosa. Para os que sentem dores articulares como eu, devem estar pensando “mas não doi?” Sim doi, mas vou devagar, corro uns 45 minutos no máximo e 3 vezes por semana. Nada mais que isso.

Sendo assim, eu sugiro que você encontre a sua forma e a sua velocidade. O mais importante é não parar. E se você realmente não puder correr, busque outra atividade física, mas não fique sem. Você pode correr até na água.

Alimentos para NÃO comer antes da corrida

A principal causa de desistência em provas é a má alimentação antes da prova. O pensamento é um só: “Bom, amanhã tenho a corrida da minha vida. Treinei 8 meses para essa prova, então preciso de um super-alimento para render melhor na prova.” Evite surpresas durante a prova.

Alimentos com muito açúcar processado devem ser evitados.

Alimentos com alto teor de gordura. A gordura é uma ótima fonte de energia para o corpo. Após o fim do estoque de carboidratos, o corpo começa utilizar gordura como fonte de energia. Porém, esse processo de “quebra” da gordura é bastante complexo e não imediato. Por esse motivo, alguns especialistas defendem que exercícios de baixa intensidade e longa duração são indicados para perder peso.

Alimentos “PROIBIDOS” durante a corrida

Bebidas como energéticos devem ser evitadas. Essas bebidas possuem muita cafeína que é extremamente diurética, fazendo o corpo eliminar líquidos preciosos.

Bebidas alcoólicas também intensificam a perda de líquidos durante a corrida. Além disso, o álcool diminui os reflexos do corpo.
Quais são os alimentos recomendandos para corredores profissionais

1 – Ovo: uma unidade tem cerca de 10% de proteína e 30% de vitamina K necessária ao corpo em um dia. 4 vezes por semana no máximo

Laranja, acerola: ricos em vitamina C e hidratam o corpo.

Banana: é considerado por muitos um super alimento. Rica em potássio, a banana ajuda a prevenir cãibras.

Frutas em geral: as frutas são ricas em vitaminas e nutrientes.

Salmão: Fonte de proteína, contém grande quantidade de ômega 3.

Folhas verdes: ricas em fibras e nutrientes. Fonte de antioxidantes.

Nozes: rica em ômega 3.

Amêndoas: fonte de vitamina E.

Damasco seco: riquíssimo em Potássio

Então, o que mais você está esperando? Comece hoje a correr ou a praticar qualquer atividade fisica que lhe dê prazer. O Emagrecimento virá sem você perceber!!!!

Para você comparar a corrida e outras atividades físicas em gasto calórico

Caminhada (piso plano) – 6.1 cal/min.
Trabalho doméstico – 4.6 cal/min.
Corrida (5 min/Km) – 16 cal/min.
Bicicleta (9 km/h) – 4.9 cal/min.
Bicicleta (15 K/h) – 7.7 cal/min.
Alongamento – 5.4 cal/min.
Ginástica aeróbica – 8.1 cal/min.
Ginástica localizada – 5.6 cal/min.
Step – 10.1 cal/min.
Musculação – 8.9 cal/min.
Mergulho – 15.8 cal/min.
Dança de salão – 3.9 cal/min.
Basquete – 10.6 cal/min.
Natação craw- 9.8 cal/min.
Natação peito- 12.4 cal/min.
Ping pong – 5.2 cal/min.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *